23
dez
14

Poeminha de Natal

Neste natal,
Que as lembranças sejam leves
A vida  nos seja  bastante
O passado se apresente
O presente se adiante.

Que as luzes do céu azulem
A tempestade retirante
E  o súbito  tempo sem nuvens
Irradie-se radiante.

Que gritem aos quatro ventos
As revelações, os tormentos
E os segredos vacilantes

E finalmente libertas
As palavras se façam versos
E a poesia, brilhante.

Anúncios

0 Responses to “Poeminha de Natal”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: