09
dez
12

Pequena digressão sobre um domingo sem-graça!

Se pudesse definir angústia, diria: é quando os trunfos e prazeres perdem seu valor. Quando nem sonhos, promessas ou lembranças têm o poder de abater o débito permanente em que me encontro.

Esta semana andei mais mal-humorado que de costume. Mais parado que de costume. Mais inútil que de costume.

Talvez tenha contribuído para isto, este domingo abafado e sombrio. Ou a crise de meia-idade, meia-vida, meios-caminhos que levam de nada à…. crise dos 44 anos. Meus 44 anos.

Mas reio que o que realmente me irritou foi lembrar que esta semana meu pai faria 80 anos se vivo estivesse. Meu pai, o maior arquiteto do universo, aquele que fez com que um bloco humano de angústia e concreto conseguisse se equilibrar à beira.

Sinto a angústia deste domingo como se já fosse segunda-feira!

Anúncios

2 Responses to “Pequena digressão sobre um domingo sem-graça!”


  1. 1 Julia
    dezembro 9, 2012 às 6:55 pm

    Que prazer ver post novo em seu blog!
    Tá vendo? O domingo não está tão sem graça assim: tem a graça do seu post, que dá o maior prazer aos seus leitores.
    Escreva mais, Victor, seus admiradores agradecem e veem a maior graça em te acompanhar.

  2. abril 28, 2013 às 1:43 am

    Humano, demasiado humano, como diria Nietzsche;
    Love


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: