06
abr
10

poema

     Há exatamente um ano criei este blog. Nada melhor o que comemorar a data com um poema.

      

      BOCA DO ESTÔMAGO          (Victor Colonna)

     
      Minha língua afiada
    
 Cortou o céu da boca:
     
Passei a cuspir marimbondos.

      Era tanto veneno
    
 Que toda ferida era casca
      T
odo ruído era estrondo.

      Um dia, desatento
     
Passei ungüento na boca
      
E amaciei o céu.

      Pus-me a cuspir marimbondos
                                                      
e abelhas
     
Sangue adoçado
     
Veneno e mel.

 

 

Anúncios

1 Response to “poema”


  1. 1 Julia
    abril 7, 2010 às 5:29 pm

    Muito legal, Victor!
    Agora a comemoração ficou completa.
    Cheers!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: