09
out
09

Reflexões de uma viagem – Santorini

Em Santorini eu vi: um vulcão vivo, rochedos que acariciavam  as águas, o pôr do sol, o nascer da lua, silêncios murmurantes, o passado preso nas pedras e o presente petrificado.

Em Santorini eu intuí: o futuro será como sempre foi.

Em Santorini eu percebi: som não é barulho, em terra firme a gente balança, vacila, viveremos entre a cruz e a espada, entre a pedra e o mar,  viraremos estátuas de sal, cremaremos nas tardes azuis e  renasceremos das cinzas.

Foi em Santorini que eu soube : a beleza vive à beira do abismo!

   

                        Eu, Victor Colonna, tenho a honra de convidá-lo(a) para o:

 

Lançamento do livro de poesia Cabeça, Tronco e Versos (Editora da Palavra), na Livraria Baratos da Ribeiro, rua Barata Ribeiro 354 lj D, Copacabana,dia 13 de outubro de 2009, a partir das 19:30h

Anúncios

3 Responses to “Reflexões de uma viagem – Santorini”


  1. outubro 20, 2009 às 2:22 pm

    Sua intimidade com as palavras eh um atentado ao pudor !!!

  2. outubro 20, 2009 às 7:44 pm

    Este post acaba de ganhar destaque na pagina inicial do Blógico, na aixinha “Postado por aí”.

    Mais uma forma de prestigiar este poeta VIVO que é vc.

    Abs do fa

  3. outubro 20, 2009 às 7:47 pm

    Só uma ressalva: Eu não colocaria os bandidos e os fabricantes de armas em categorias diferentes hehe.

    Ainda bem que há vozes que se levantam contra a burrice de se proteger da violencia sendo violento. Uma salva de tiros ao Deitando o verbo !!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: