04
ago
09

De Máscaras e afrodisíacos

É inegável o fascínio que os personagens mascarados (reais ou de ficção) nos causam.

Do Homem-Aranha à Mulher Gato, passando pelo Comandante Marcos e (antigamente) pelos integrantes da banda de rock Kiss, a máscara sempre foi usada como instrumento de sedução.

Assim é porque o que não é visto, nos incita, nos excita. Há que se lembrar que o strip-tease mais sensacional da história do cinema (Gilda) mostrava apenas as mãos da personagem, pois ela retirava apenas as luvas. Mas a promessa que restava daquilo foi poderosa o suficiente para alçar Rita Hayworth ao estrelato instantâneo e a um lugar no templo do cinema.

Já a própria Rita dizia de sua vida pessoal: “os homens dormem com Gilda e acordam com Rita. E se decepcionam”. Infelizmente (para Rita), a realidade nunca poderá sobrepujar a imaginação. Pois esta sempre foi e continuará a ser o melhor afrodisíaco que existe.

Anúncios

2 Responses to “De Máscaras e afrodisíacos”


  1. 1 sandrinha
    agosto 5, 2009 às 9:39 pm

    poeta ,
    você faz bem a cultura carioca !
    todos deveriam ler o que você escreve nesse blog
    crônicas enxutas e escrita com a alma de um ser humano
    sensívl e sensato !
    Não errei quando me apaixonei por você há apenas 20 anos atrás !
    Parabéns, cada dia melhor !
    beijos e abracinhos carinhosos
    sua fã sandrinha

  2. 2 Julia
    agosto 6, 2009 às 12:30 pm

    Imaginação e sonhos. Quem poderia viver sem eles?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: