17
jul
09

Amor Frio

Nem a televisão nem o computador.  O eletrodoméstico que revolucionou o século XX foi a geladeira.

Após sua invenção, as mulheres, que até então viviam presas às suas casas, (pois eram obrigadas a cozinhar), puderam se libertar e conseqüentemente entrar no mercado de trabalho, antes reservado quase que exclusivamente aos homens.

Mais que isso, a geladeira é um parâmetro de intimidade. Às visitas importantes servimos bons jantares, aos amigos franqueamos a geladeira.

 Quando me é permitido, costumo abrir as geladeiras alheias; me sinto íntimo, acolhido. É um hábito que talvez tenha a ver com o fato de  eu ser filho único, de famíla pequena e distante.

E de madrugada, quando uma parte do mundo dorme, a outra sonha e meu estômago ronca, nada melhor que essa amiga, sempre a me esperar com seus braços frios, promessa de alimentos e felicidade.

Anúncios

6 Responses to “Amor Frio”


  1. julho 17, 2009 às 9:30 pm

    Maior vítima de assaltos noturnos e de assédios de pinguins, a geladeira finalmente tem seu valor reconhecido !!!

  2. 2 Julia
    julho 18, 2009 às 1:08 pm

    Acho que a geladeira tem lá seu valor, mas, pelo menos para as mulheres, há eletrodomésticos mais parceirinhos. O que seria da gente sem a máquina de lavar roupas. Minha bisavó, imigrante italiana, foi morar em uma fazenda de café e lavava a roupa de uma família inteira no rio. Credo! Quase uma escrava. E o microondas? Há coisa melhor do que chegar em casa depois de um dia de trabalho e esquentar o prato sem ter que sujar nenhuma panela. Maravilha! E a lava louças então? Cuida dos pratos, copos, xícaras e até das famigeradas panelas e deixa tudo limpinho. Assim, temos tempo para ler, ouvir música, namorar… O máximo!

  3. julho 21, 2009 às 4:13 pm

    A geladeira tem muito a dizer sobre a vida dos seus donos.

  4. 4 sandrinha
    julho 22, 2009 às 10:43 pm

    meu querido poeta,
    para alguns brasileiros a geladeira é sinal de status ou
    falta dele, certo ?? quantos não competem com a marca ou o
    tamanho da geladeira do vizinho ??? já ri muito disso !
    Eu prefiro a geladeira que tem um pinguim em cima dele, tipo
    a minha … o meu pinguim tem até nome !herança de familia ! rs rs
    Eu amo vc e sua geladeira , meu querido !
    Parabéns mais uma vez !

  5. julho 25, 2009 às 2:28 am

    A poesia não morreu,
    mas o poeta é que quase foi esquecido
    Por entre tecnologias
    e avanços do mundo moderno
    O coração foi adormecido
    Mas as revoluções do moderno
    aos poetas chegaram
    E nestas páginas todos irão encontrar
    Poesias, estórias,
    contos de amor ou de dor
    Nas diversidades que somente
    os poetas poderão demonstrar

    Convido a todos os poetas e amantes da poesia a participarem e conhecerem o portal Sociedade Mundial dos Poetas
    http://www.sociedademundialdospoetas.com.br

  6. julho 26, 2009 às 5:50 pm

    Querido Victor
    Nossa, que notícia boa é o lançamento de seu livro ! Estarei lá sem falta. Já me agendei.
    Parabéns, meu poeta predileto.
    Um beijão
    Marisa


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: