07
abr
09

Eu não quero ter um MP3

 Cheguei da academia e vim imediatamente olhar o blog.  Que surpresa! Dezesseis visitas! E eu que não acreditava muito na net tenho que dar meu braço a torcer: funciona mesmo! Dezesseis visitas ao meu blog no primeiro dia de existência é o MÁXIMO!

Na academia o que eu menos faço é malhar, fico mais é lendo revistas e observando o povo. Hoje em dia é quase obrigatório o uso de  MP3, o nosso antigo walkman. Mas agora parece que a coisa tomou outra dimensão. Centenas de músicas no MP3, as pessoas ouvindo aquilo o tempo TODO, me dá uma angústia e eu nunca soube precisar o porquê! Acho que é  a expressão infeliz das pessoas enquanto ouvem o aparelhinho. Parece que elas querem mais é se fechar a qualquer tipo de aproximação do que realmente curtir uma música legal.

No meu trabalho eu tenho um amigo que vive com esse treco no ouvido. Quando a  gente fala alguma coisa tem que repetir pois ele está sempre escutando com um ouvido só, o outro  está escutando música. Ou seja, ele está sempre meio na conversa, meio fora dela.

Num tempo em que tanto se fala em estarmos conectados, às vezes o que a tecnologia faz é afastar as pessoas. Estranho né?

Então, eu que nunca soube nem estou muito afim de aprender a baixar música pela net, já decidi que não vou ter um MP3!

Anúncios

2 Responses to “Eu não quero ter um MP3”


  1. 1 Mary
    abril 7, 2009 às 2:47 pm

    Achei q seria homenageada hoje nesse blog, francamente, q infortúnio!!!!
    rsrsrsrs… bjkas, sucesso!!!

  2. abril 8, 2009 às 11:40 am

    É, eu que sou viciado em música de todo tipo vivo esse dilema, de estar curtindo minha coleção em qualquer lugar (o que é maravilhoso) e de me ver irremediavelmente isolado, à part e da vida que acontece em volta (o que é um saco!). Ouvir com um ouvido é bom, mas é MONO, o barato mesmo é ESTEREO.

    Mas tem gente que confunde ESTEREO com ESTÉRICO e coloca o negócio numa altura tal que se colocar o fone em cima da mesa, continua ouvindo a musica em seus mínimos detalhes.A experiência em ficar meio surdo, a necessidade de trabalho e minha incorrigível paixão pelo mundo, do qual não gosto de me afastar assim, me trouxeram a solução:

    1– Ouvir a música bem baixinho
    2– Estar sempre atento ao que acontece em volta. Isso sim é um exercício de não se isolar hehe.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: